Publicado em Deixe um comentário

Creme alisante é tudo igual? A essência do alisamento revelada

Creme alisante é tudo igual? Sabe de nada inocente..

Os alisantes são uma necessidade para muitos consumidores, os quais desejam que seus cabelos cacheados ou ondulados tornem-se lisos .

Hoje em dia, o mercado possui uma gama variada de compostos alisantes a fim de atender o mercado consumidor. Esses produtos são lançados com as mais diversas denominações: escova japonesa, escova inteligente, escova progressiva, escova definitiva, entre outros, todas com propostas de transformações permanentes na estrutura do cabelo.

Entretanto, o irresistível desejo de obter um cabelo liso e atraente levou ao uso abusivo e prejudicial à saúde dos agentes alisantes. Ainda mais quando a pessoa segue a opinião de pessoas que não conhecem sobre alisantes e químicas.

Quem nunca seguiu a opinião de um amigo, pegou o produto da irmã jogado lá no fundo da prateleira ou até mesmo deixou o barbeiro passar qualquer produto sem saber a procedência?

Então fica aquela grande dúvida, afinal, creme alisante é tudo igual?

Sendo bem direto com a resposta, obviamente, os cremes alisantes não são todos iguais e muitos podem até danificar seus cabelos e causar mal à saúde.

Existem no mercado muita gente vendendo produto feito em fundo de quintal com procedência dúvidosa, ou até estabelecimentos que misturam vários compostos químicos sem um estudo aprofundado em laboratório.

Para um produto ser comercializado, ele precisa passar por testes e pesquisas em laboratório e ainda assim ser liberado pelo orgão fiscalizador, Anvisa.

Uma das substâncias que são usadas de forma abusiva, o formaldeído, por exemplo, permitido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) na concentração máxima de 0,2% chegam a ser usados em concentrações de até 20% (BRASIL, 2001). Para impedir o uso abusivo, em junho de 2009, a Agência Nacional de Saúde proibiu a venda de formol (formaldeído a 37%) em lojas, supermercados e farmácias de todo o Brasil (BRASIL, 2009a).

Então o que fazer para saber o melhor alisante para meu cabelo sem prejudicar minha saúde?

Evite utilizar produtos de procedência dúvidosa, ou até mesmo aceitar que o barbeiro/cabeleireiro passe qualquer produto no seu cabelo sem passar maiores informações e mostrar o pote do produto.

Finalizando, cada tipo de cabelo possui particularidades que devem ser respeitadas durante o processo de alisamento, dirigindo inclusive a escolha correta do produto a ser utilizado. Buscando um produto que teve testes em laboratório e passou por processo de liberação na ANVISA.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code